Casamento judaico: tudo que você precisa saber sobre esse tipo de cerimônia

Há 6 meses

Casamento Judaico

Cada enlace tem sua particularidade. Isso é um fato. Algumas variáveis são responsáveis por isso, tais como o formato, o estilo dos noivos ou até uma temática. No entanto, o que torna um casório extremamente distinto dos demais são certos ritos pertinentes a determinadas religiões. Se o casal compartilhar uma crença incomum, isso deixará, certamente, a cerimônia fora dos padrões com os quais estamos habituados. É o que o ocorre com o casamento judaico

Quando o casal tem a mesma fé, seguir as normas da religião judaica fica mais fácil. Contudo, é recorrente que um dos dois não comunguem do mesmo credo. Desse modo, precisam conversar a fim de entrar em um consenso. Se - a partir disso - optarem pelo casamento judaico efetivamente, certas regras deverão ser seguidas.

Todas as etapa da celebração e da própria festa possui um porquê. Logo, nada está na comemoração por acaso. Assim sendo, é necessário compreender o que cada elemento quer dizer, bem como internalizar a acepção deles para o seu matrimônio. Afinal, ainda que você não seja judia, vale a pena vivenciar o casório de um modo sagrado e especial.

Daqui em diante, vamos apresentar alguns costumes judaicos peculiares para um matrimônio. As informações serão válidas para a noiva que não é e, inclusive, para a que é judia. Agora, veja ponto a ponto os sentidos que as ações têm para os judeus, assim como saiba de que forma executar fielmente tudo com o objetivo de realizar um verdadeiro casamento judaico.

Casar conforme a religião judaica: a cerimônia e seus rituais sagrados

Primeiramente, a presença das famílias é indispensável e importantíssima. Para os judeus, casar é unir duas almas, o que torna esse momento profundo e relevante. A celebração propriamente dita é na chupá (nome atribuído ao altar), um linda tenda aberta nas laterais e cercada de velas. Este lugar representa o lar do casal, onde quem chega primeiro é o futuro marido. A sua amada aparece um pouco depois acompanhada de seus pais. Estes, por sua vez, dão sete voltas em torno do noivo. Assim, estarão simbolizando a criação do mundo feita em sete dias. Um rito belíssimo!      

Cerimônia casamento judaico

Um fato que não pode ser ignorado é que o casal não carrega adereços nem leva nada nos bolsos. Jóias ou quaisquer itens de valor material precisam ser excluídos. Uma coisa bem distinta do que vemos normalmente em eventos como esse. Porém, a finalidade desse proceder é reforçar a aceitação pura de um para o outro. A partir disso, uma taça de vinho é servida aos dois, que devem dividi-la a fim de demonstrar, novamente, a união entre eles. A troca de alianças é realizada logo após. Sobre os acessórios um detalhe: as duas têm que ser lisas e sem qualquer tipo de desenho.

Em paralelo a isso, há uma bela tradição acerca do véu da noiva. O ato é conhecido como bedecken, que acontece quando o noivo coloca o véu sobre o rosto de sua futura esposa. Para os costumes judaicos, isso quer dizer que o marido protegerá sua companheira para sempre. Lindo, não é mesmo?

Já a tão famosa quebra do copo também é protagonizada pelo homem. Nessa ocasião, os convidados dizem a célebre expressão mazel tove, que em português significa boa sorte.  Isso remete à história dos judeus, mais especificamente à destruição do Templo Sagrado, na religião judaica.

O buffet: processo e regras na religião judaica

Para o buffet, existem preceitos rígidos. Nenhum alimento pode ter contato com carne ou leite. Por essa razão, os utensílios são esterilizados na cozinha. Todo ingrediente utilizado também passa por fases rigorosas de limpeza. Com isso colocado em prática, chega-se ao tipo de comida ideal para os judeus: o kasher.

Comida judaica

Junto a isso, é essencial a supervisão de um rabino no local de preparação da comida, incluindo pessoas shomrei shabat (observantes do Shabat). Estes sujeitos são responsáveis pelo processo de preparação até a hora de servir a comida no casório. Vale ressaltar que essa é uma atividade predominantemente masculina. Pois, trata-se de um dos típicos costumes judaicos.

Conheça os ritos da festa

As festas do casamento judaico são bastante animadas. Em geral, há música israelita, simbolismos e bênçãos para o casal. O famoso levantar dos noivos nas cadeiras acontece durante esse festejo, quando todos os presentes estão felizes e eufóricos pela nova união que acaba de se consolidar. Para os ortodoxos, há uma clara divisão no espaço entre homens e mulheres, que são distribuídos em lados opostos. Porém, isso vai depender da vontade dos noivinhos. Decido isso, é só comemorar com muita alegria o novo ciclo que acaba de começar!

Agora, conte o que achou deste post. Compartilhe as suas dúvidas, impressões e planos sobre casar conforme os costumes judaicos. Vamos continuar esta conversa por aqui. Aproveite e assine a nossa newsletter. Dessa maneira, você receberá antecipadamente os nossos conteúdos exclusivos!  

Imagens via: Lin and Jirsa / Del Sol Photography / Menorah

Publicações relacionadas

Greenary a cor de 2017

Temática - Há 9 meses

Greenery: saiba como usar a cor do ano em seu casamento

tipos de casamento

Temática - Há mais de 2 anos

6 tipos de casamento para te inspirar

Casamento no natal

Temática - Há quase 3 anos

Casamento em tempo de natal: 7 ideias para incorporar na sua festa

Comentários